Cambodja para Backpackers | Insiders Of The World

Adriana Correia

Bisturi Cronista


Phnom Penh

Nesta cidade é possível dar logo de caras com alguma pobreza óbvia. Os backpackers aqui conseguem ter e ver de tudo um pouco. Em Phnom Penh eu aconselho a tentar perceber e reflectir sobre os horrores que tomaram lugar no país num passado bastante presente e recente, durante Pol Pot e o exército Khmer. Uma visita pelos Killing Fields bem como a escola transformada em prisão é quase obrigatória.

Por outro lado, Phnom Penh tem palácios e museus super ricos e bonitos. A igualdade não está patente nesta cidade de contrastes.

Sihanoukville

Este é o típico cenário de backpacker em Sihanoukville: bares abertos quase 24 horas e um extenso areal com vários estilos de música a competir qual se ouve mais alto. Parece daqueles destinos a caminhar para a comercialização e ocidentalização.

Battambang

Visitar Battambang de Sihanoukville deve exigir um regresso a Phnom Penh e mudar de autocarros. Daqui é possível apanhar um barco para Siem Reap que pode demorar mais de 12 horas, dependendo do nível das águas.  Também podes ir de autocarro mas perderás algumas paisagens incríveis.

Siem Reap
Siem Reap vale apenas a pena pelo Angkor Wat. Ponto!

Passar a fronteira do Cambodja para a Tailândia: podes apanhar um autocarro de Siem Reap para Poipet ou outras fronteiras. Estuda bem quais as melhores opções na altura que vás.

Do Cambodja, podes visitar mais algumas ilhas na Tailândia como eu fiz ou simplesmente apanhares o próximo autocarro para Banguecoque e seguires para a Malásia de comboio internacional.

 

Border Crossings

VIETNAME
Moc Bai-Bavet
Vinh Xuong-Kaam Samnor
Tinh Bien-Phnom Den
Xa Xia-Prek Chek

LAOS
Voen Kahn-Dom Kralor

TAILÂNDIA
Choam Srawngam-Choam
Chong Jom-O Smach
Aranya Prathet-Poipet
Ban Pakard-Psar Pruhm
Hat Lek-Krong Koh Kong

De Banguecoque:
 apanha um autocarro ou um comboio para Aranya Prathet (4 horas de autocarro e 6 de comboio). Depois podes apanhar um tuk-tuk para a fronteira que está aberta entre as 7h30 e as 17h. Também há autocarros directos de Banguecoque para Siem Reap ou de Sihanoukville para Hat Lek.

De Ho Chi Minh City:
 Autocarros vão para Phnom Penh e têm um custo aproximado de 150 000 Baht (€7-8), sem contar com o custo do visto oficial que são $20 (normalmente cobram mais 5). A viagem demora cerca de 6 horas.

Do Laos: A única fronteira que sei que seria possível atravessar é a de Voen Khan-Dom Kralor que está aberta entre as 8h e as 17h. Precisas de um visto com antecedência e pagarás apenas uma “taxa administrativa” se passares nesta fronteira. Há autocarros para Pakse numa viagem de 3 horas e depois  passas Stung Treng.

Melhor altura para visitar: entre Novembro e Abril

Religião: 95% Budistas