Um divórcio antecipado!

 

Sabemos, que grande parte dos divórcios hoje em dia, são fruto de ponderações radicais. No fundo as relações terminam porque na realidade nunca começaram …
Foi assim no plano político que o CDS pensou mal Lisboa.
A candidatura de Assunção Cristas não deveria ter sido antecipada como foi.
Se de facto desejava vencer Lisboa isso naturalmente implicava a coligação com o PSD.
Não gosto de vitórias ou derrotas pré-anunciadas seja de quem for, até porque o decisor é o cidadão mas a verdade é que o caminho de Assunção Cristas na capital fechou-se em si mesmo…
Cometeu o erro de antecipar a sua candidatura sem negociar um acordo viável com o PSD e cometeu um segundo erro ao apoiar também antecipadamente Rui Moreira na Câmara Municipal do Porto.
Divorciou-se assim do PSD, muito antes do tempo.
Se o PSD e o PS coligados batessem o PS em Lisboa, isso seria interpretado como um teste importante para as legislativas.
O CDS ao refugiar-se em si mesmo, vai transparecer aquilo que tem sido a sua acção política , sempre ao reboque de quem está no poder.
É pena que não tenha sabido manter aquela que tem sido a sua estratégia e que resulta tão bem para si mesmo …