Crónica no P3 do Jornal Público | E se amanhã eu não te reconhecer?

Mafalda G. Moutinho

Bisturi Fundadora/Editora


Excerto:

“As nossas memórias não têm preço, bem como o comando das nossas vidas. Espero que no futuro possamos não nos reconhecer pelas desilusões da vida, não porque deixamos de poder comandar a nossa mente e as nossas emoções através da ficção científica da vida real, ou através destas doenças que nos roubam a vida aos poucos. Se eu amanhã não te reconhecer, espero lembrar-me de ti. Lembrar-me e sorrir com o que em milésimas de dias de vida me fez ter estado tão próxima de ti.”

http://p3.publico.pt/actualidade/sociedade/26269/e-se-eu-amanha-nao-te-reconhecer