Crónica no P3 do Jornal Público | O que é demais, não presta!

Manel Clemente 

Bisturi Cronista


Excerto:

“Quando arrumamos as pessoas em gavetas, existe também outro risco. A generalização é um buraco no qual tropeçamos com alguma facilidade. De tão fácil que é, torna-se tentador confundir a árvore com a floresta. Da mesma forma que se eu for uma besta, isso não faz de todos os portugueses umas bestas, é igualmente admissível dizer o mesmo de um polícia ou de um africano.”

https://www.publico.pt/2019/01/23/p3/cronica/demais-nao-presta-1859039